A Cor no Projeto


Para saber usar a cor em um projeto gráfico é necessário somar intuição mais conhecimento. Sacou?


Se você acha que certas cores em um determinado arranjo lhe parece adequado, já é quase metade do caminho. Mas só isso não é o bastante. Por isso, devemos usar alguma metodologia:
  1. Qual(is) cor(es) usar?
    • Quem será o usuário?
    • Em que esquema?
    • Considerando simbologia?
  2. Quanto usar de cada cor?
  3. Como dispor a(s) cor(es)?
    • Em contraste?
    • Em que forma?
Com essas questões, geramos limites para a escolha das cores e criamos um Universo da Cor a ser usado no projeto. O qual é composto pelos seguintes aspectos:
  • física - a cor como se dá no ambiente;
  • fisiológica - como o corpo a percebe;
  • psicológica - sentimento ou lembrança que ela confere;
  • simbólica - a cor como informação ou linguagem;
  • cultural - histórica e socialmente impregnada.
Explicado isso, fizemos uma atividade de composição (foto acima), com triângulos coloridos sobre um quadrado branco. Sendo que deveríamos usar no mínimo 3 e no máximo 6 cores. Considerando-se também o branco como opção de cor.