Meu Brinquedo Preferido


Acabo de receber pelo correio um exemplar especial (nº 2 de 10) de "Meu Brinquedo Preferido - um RPG sobre imaginário infantil", escrito por Eduardo Caetano. Uma publicação feita artesanalmente pelo próprio autor e enviada para cada um de seus "patronos". Estes são pessoas que, como eu, contribuíram financeiramente para que esse jogo saísse do papel... Digo, deixasse de ser apenas um projeto no mundo das ideias e passasse definitivamente para o papel! Ou seja, algo tangível, físico e com um lindo acabamento.

Se o RPG é uma forma de faz-de-conta, então Meu Brinquedo Preferido pode ser considerado uma forma de metalinguagem. Aqui você vai voltar aos nostálgicos tempos de quando era pequeno. Vai ser divertido e emocionante. Uma espécie de Infância Consciente. — Eduardo Caetano

Como pode ser visto acima, trata-se de uma peça gráfica quase "rústica". E eu tomo bastante cuidado ao dizer isso. Pois apesar das imperfeições intrínsecas à forma que foi produzido, em nada quer dizer que seja algo malfeito. Muito pelo contrário, é possível notar que houve muito cuidado e carinho por parte do Autor/Diagramador/Editor. O qual teve o trabalho de imprimir, montar, costurar e refilar, página por página, cada um dos exemplares. Além de deixar uma dedicatória, claro.

Por esses e outros motivos, gostaria de deixar registrado aqui o meu agradecimento ao Eduardo. Espero que essa seja a primeira de muitas resenhas que escreverei sobre seus livros. E também registro aqui a minha recomendação: apoie este criador de jogos no Patreon!

(Mais adiante, quando conseguir testar o jogo — quem se habilita? — acrescentarei aqui como foi a experiência.)